O coaching é um processo que auxilia o indivíduo na extração de seu potencial e na mudança de seu posicionamento diante das dificuldades. Sabemos, porém, que não é só na vida pessoal que temos problemas e, por isso, esse processo pode gerar uma mudança de vida capaz de impactar em todas as instâncias, inclusive no ambiente empresarial, por meio do coaching executivo.

No coaching pessoal, o coach (profissional) oferece auxílio para o coachee (cliente) em seus relacionamentos, sua saúde, bem-estar, espiritualidade, atividades criativas, entre outros.

Aplicando a metodologia, o coachee consegue perceber suas habilidades e defasagens, permitindo expandir seu potencial e trabalhar melhor as atividades em que não está obtendo o desempenho desejado. Ele pode, ainda, superar seus bloqueios, definir metas e objetivos reais e identificar quais comportamentos precisam ser modificados para criar uma empresa de valor.

Já o coaching executivo está ligado ao trabalho corporativo. A solução é moderna e tem sido adotada pelas empresas que são referências em seus mercados. Uma empresa atualizada sabe que suas conquistas dependem de seus times de colaboradores.

O que é coaching executivo?

Nos Estados Unidos e na Europa já são conhecidos os benefícios do processo de coaching executivo. O treinamento aperfeiçoa no coachee sua capacidade de ouvir, a flexibilidade, a produtividade, a abertura às mudanças e, por fim, sua influência em seu ambiente de trabalho.

O coaching executivo costuma ser conduzido com figuras de autoridade das empresas, como líderes e empreendedores. No entanto, esse profissional central para a organização não é o único atingido pelas transformações proporcionadas pelo processo.

Para que as equipes deem seu melhor, é preciso uma liderança efetiva e um ambiente de trabalho favorável à produção. É aqui em que atua o coaching executivo.

Coaching executivo não é consultoria

O coaching desse tipo é um processo interativo de desenvolvimento profissional — mas não o confunda com uma consultoria.

O coachee que se compromete com o coaching executivo pode esperar uma melhora em sua performance e mais satisfação na carreira profissional. O processo costuma se direcionar àqueles que exercem cargos mais ascendidos na hierarquia empresarial, como gerentes, gestores, líderes e chefes de setor.

No entanto, esse coaching não se resume a um aconselhamento ou a uma consultoria, que visam oferecer soluções efetivas para um problema. O objetivo aqui é apoiar os profissionais para que potencializem suas habilidades e se tornem mais produtivos, fazendo que os executivos agreguem mais valor à companhia e maximizem seu desempenho.

Ou seja, o coaching executivo não dá uma métrica ou uma solução pronta para um gargalo nos processos da companhia. O foco é potencializar as habilidades do profissional para que ele entregue seu melhor no ambiente de trabalho.

Com metodologias completas, o coachee é levado a refletir sobre temas como a definição de metas, a missão pessoal e organizacional, as autodescobertas e a elevação de seu potencial. Dessa forma, é possível desenvolver a empresa constantemente.

Como funciona o coaching executivo?

O coaching executivo é um processo com alto impacto, focado no aumento dos resultados da empresa, mas também na potencialização dos talentos individuais dos líderes e do desempenho dos times. Mas como funciona essa metodologia?

Na prática, o coaching propõe o questionamento do profissional sobre as questões que impactam diretamente seu trabalho. Ele deve refletir sobre a elevação de sua performance, sobre o alinhamento dos objetivos pessoais com os princípios da organização e no desenvolvimento da liderança.

Para cooperar com a potencialização das habilidades do coachee, o coaching executivo traz reflexões sobre o aumento do foco nas atividades diárias, a resiliência no ambiente corporativo, a baixa no turnover e a avaliação de qualquer mudança de comportamento no time de colaboradores ou, até mesmo, dos consumidores. O líder de uma empresa deve estar apto para avaliar esses pontos.

A relação com a liderança

Aplicando técnicas da psicologia já comprovadas cientificamente, além de estratégias das ciências organizacionais, o coaching executivo atua focado em conseguir resultados corporativos consistentes, sinérgicos com as estratégias da empresa.

A metodologia se direciona a executivos e marcas que querem alavancar seu alcance de mercado e sua autoridade e, por isso, engloba também o leadership coaching, que se volta especificamente para o desenvolvimento da liderança.

Muitos acreditam que a liderança é uma característica nata, um traço de personalidade presente desde a infância. É claro que alguns apresentam essa habilidade desde muito cedo, mas também é preciso um trabalho diário para manter sua capacidade de gerenciar e coordenar pessoas.

O mundo corporativo exige dos líderes o aprimoramento constante. Diante do dinamismo dos mercados e das relações interpessoais que atravessam o trabalho, o executivo deve ficar de olho em seus padrões de comportamento e métodos.

O coaching executivo opera exatamente nesse ponto, proporcionando ao líder o aperfeiçoamento que ele busca e o entendimento dos desafios que estão à sua frente.

Para que serve o coaching executivo?

O coaching voltado à vida profissional espera entregar ao coachee o suporte necessário para alcançar resultados comerciais positivos, expandindo seu volume de vendas, sua produtividade diária e, claro, otimizando sua qualidade de vida no trabalho.

Não é possível produzir em um ambiente desfavorável. Se a corporação não investe em ergonomia, bons equipamentos, tecnologia e na interação interpessoal de seus colaboradores, dificilmente conseguirá atingir os níveis de produtividade desejados.

Sabe-se que os conflitos são normais, inclusive no trabalho. O coaching vem, então, para oferecer ferramentas que ajudarão o cliente a trabalhar sua inteligência emocional. Assim, pode se desvencilhar das interações negativas e manter o foco nas atividades que deve desempenhar.

Além de contornar os conflitos, o coaching executivo traz mais uma série de vantagens. Por exemplo, a identificação do potencial do indivíduo e da equipe, encorajando suas transformações e seus planos de ação. Há ainda uma preocupação em estimular toda prática de aumento de performance e os comportamentos positivos do profissional.

O coach ajudará, ainda, a mensurar o progresso das mudanças e a criar métricas para avaliar se os objetivos estão, de fato, sendo atingidos.

Os problemas que podem ser evitados

O processo de coaching executivo pode evitar uma sequência de gargalos nas ações da empresa. Conheça os problemas que serão contornados com a adoção dessa metodologia.

Baixa produtividade

Como trabalhar bem se há conflitos constantes no ambiente de trabalho e ausência de controle nos processos? Quando o gestor e sua equipe não são bem orientados por um profissional e não investem em estratégias para potencializar seus talentos, é impossível criar um ambiente de alta produção.

Se o gestor está ocupado gerindo conflitos ou se não dá atenção ao seu próprio desempenho, a conquista de resultados sai defasada. Assim, as atividades de cunho estratégico são deixadas de lado e o gestor se ocupa com processos internos com pouco valor agregado. Isso diminui a produtividade, e o líder deve ficar atento para não perceber tarde demais.

Faturamento prejudicado

Um negócio improdutivo não pode ser um sucesso de mercado. Por consequência, as finanças da empresa acabam comprometidas e a marca corre, inclusive, o risco de entrar no vermelho.

Se gestor e equipe produzem mal e não há um alinhamento dos interesses pessoais aos princípios organizacionais, os planos de ação saem prejudicados. Essa falha pode inutilizar os esforços do time para se destacar frente aos concorrentes.

Ambiente de trabalho desagradável

Se os potenciais dos colaboradores não são explorados e aproveitados pelo gestor e se a própria liderança não demonstra seus talentos, o ambiente de trabalho se torna cada vez mais improdutivo. Por consequência, a empresa fica inóspita para seus colaboradores, que se sentem desconfortáveis em uma corporação que não aproveita suas habilidades individuais.

Quais as ferramentas utilizadas?

No coaching executivo, o profissional aplica em seu cliente técnicas da psicologia e da gestão empresarial. O objetivo é gerar um desempenho de altíssimo nível, que esteja alinhado não só com as expectativas do coachee, mas também com suas habilidades.

O coach buscará elaborar com seu coachee um mapa de empatia da clientela. Isso quer dizer investigar os problemas e os anseios do consumidor, preparando a empresa para entregar aquilo que o cliente-final deseja. Se a ponta extrema da organização é seu público-alvo, suas ofertas precisam se adequar às demandas da clientela.

Um autofeedback e um perfil de líder também serão desenvolvidos. Assim, o gestor pode identificar seus pontos altos e também suas características negativas. De posse dessas informações, o líder pode potencializar suas vocações e corrigir o que não está apresentando resultados.

Uma ferramenta de grande valia é a roda de competências, que pode ser acompanhada de uma roda de mudança de comportamentos, uma roda de liderança e uma grade de metas.

Toda a equipe pode ser envolvida nesse processo, em que será investigado o know-how de cada um e os aspectos que demandam melhorias. O gestor deverá, então, assumir seu posto de centralização da equipe e conduzi-la ao seu melhor.

Não podemos pensar que as ferramentas do coaching executivo são intrêmulas e estáticas. Caso fosse assim, o processo se tornaria datado e perderia sua grande capacidade de adaptação.

Na realidade, o coach é um especialista habilitado para identificar quais as melhores técnicas e ferramentas aplicáveis a cada caso. Por isso, o coachee não deve se acanhar, deve permitir uma investigação profunda das questões que estão atravancando seu desempenho pessoal ou o crescimento empresarial como um todo.

As ferramentas estão à disposição, já investigadas e estudadas com afinco. Sua aplicação dependerá das características particulares de cada cliente, sendo os objetivos específicos um dos objetos de análise do coach.

Para quem o coaching executivo é recomendado?

Como dito, uma das maiores vantagens do coaching executivo é sua alta capacidade de adaptação. Portanto, independentemente do mercado ou segmento de atuação em que opera o coachee, seu processo continuará trazendo resultados incríveis.

Quem normalmente é coachee nesse processo são os líderes, gestores ou pessoal com alto cargo nas organizações. Mas para quem exatamente o coaching executivo se destina?

Para quem quer lidar com a pressão do cargo

Normalmente, os líderes ou profissionais que estão em altos cargos, em especial nas grandes empresas, são submetidos a provações diárias que testam suas capacidades. A pressão do cargo é constante na vida desses trabalhadores.

Como nem todo mundo que está em uma função de grande relevância tem a resiliência para lidar com a forte pressão, o estresse pode imperar e prejudicar a execução de suas atividades. Muitos cedem e não dão conta do recado, e o alto cargo se torna uma dificuldade.

O coaching executivo auxilia os gestores a lidarem melhor com as situações intensas pelas quais eles passam diariamente. Com soluções mais criativas e planos de ação inovadores, se torna mais fácil contornar as dificuldades e continuar seguindo o trajeto sem se abalar excessivamente.

Para quem quer identificar seu perfil comportamental

Cada profissional, enquanto indivíduo dotado de suas particularidades, tem formas únicas de enxergar e lidar com o mundo em seu entorno. Por isso, o coaching executivo se propõe a ajudar o coachee a se entender melhor, compreender seu perfil de comportamento, seus padrões e as melhores ferramentas aplicáveis para elevar seu sucesso.

Toda a empresa se beneficia desse recurso, não somente o gestor. Quando o líder se conhece melhor, aprende também a empregar estratégias e mecanismos com grande eficiência para motivar seus colaboradores e integrá-los em prol dos objetivos da marca.

Para quem precisa tomar decisões

É unânime: todo profissional em um alto cargo que demanda liderança precisa tomar uma série de decisões diárias. No entanto, nem todos são capazes de lidar com essas exigências constantemente e acabam reunindo mais erros do que conquistas enquanto figuras de autoridade na companhia.

O coach contribui oferecendo ao líder e à sua marca novas maneiras de analisar o desempenho da equipe e da organização, diagnosticar as causas dos gargalos e, assim, tomar decisões mais efetivas. Mais uma vez, todos saem beneficiados desse processo.

Para quem quer potencializar resultados

Como um dos benefícios mais expressivos, o coaching executivo oferece aos líderes, empresários ou qualquer cliente que se submeta ao processo a possibilidade de ascender suas conquistas. Sejam os objetivos pessoais ou empresariais, o coaching está apto a cooperar.

O coachee consegue fortalecer suas maiores habilidades e talentos, ocupando cargos de liderança, preparando-os para enfrentar os desafios da carreira e traçando planos estratégicos eficientes que levem a organização a crescer.

Assim, aumentam as chances de ocorrer mais resultados possíveis, seja dentro ou fora do ambiente corporativo.

Quais os benefícios do coaching executivo para as empresas?

Otimiza o tempo e aumenta a produtividade

Quando participa do treinamento de coaching executivo, o coachee se torna apto a analisar como está gerindo seu tempo e também aprende a coordenar melhor a gestão do tempo da equipe. É preciso aprender a priorizar tarefas importantes, redobrar o cuidado com os prazos curtos e não se perder na agenda.

Com clareza ao analisar os processos que demandam execução, o gestor pode categorizar as tarefas a serem desempenhadas, dando ao time a chance de gerir melhor seu tempo e aumentar a produtividade.

Aumenta a motivação

Quando suas ações estão surtindo resultados positivos, os gestores que estão em treinamento de coaching executivo se sentem orgulhosos e motivados, o que os leva a buscar mais melhorias para seu próprio trabalho, para seus times de colaboradores e para a companhia como um todo.

Se a motivação do líder aumenta, os benefícios se estendem a todos aqueles que estão envolvidos nos processos da organização, inclusive seus parceiros envolvidos na cadeia de suprimentos. É com a motivação do gestor que os projetos começam a deixar o papel e são inseridos, de fato, no contexto empresarial.

O coaching executivo entra na história para potencializar os acertos do profissional, trazendo inúmeros benefícios para o próprio e para a instituição em que ele está inserido.

Desenvolve as competências

Como está sua vida profissional? Suas metas estão sendo atingidas? O que falta para chegar aos seus objetivos e ter o sucesso que você almeja para a sua carreira?

O coaching leva a esses questionamentos. Assim, a metodologia se foca em desenvolver o senso crítico do profissional, levando-o a conquistar grandes feitos em suas áreas de atuação.

O coaching executivo trabalha estratégias para potencializar as conquistas da empresa por meio dos talentos do time. Para isso, o gestor é estimulado a desenvolver autocrítica, aprendendo a escolher as melhores ferramentas para potencializar seu time.

Descobrir talentos, nutri-los e retê-los são tarefas de um líder. Além disso, identificar suas próprias habilidades e limitações é uma necessidade para desenvolver o próprio potencial.

Como escolher o melhor coaching executivo para investir?

Para aproveitar os benefícios do coaching, o cliente deve estar comprometido com o processo — mas encontrar um bom coach também é necessário. Mas como escolher o melhor profissional?

Descubra como foi o processo de coaching do coach

Pode parecer estranho, mas muitos coaches que oferecem o serviço jamais vivenciaram o processo de coaching. Procure um profissional que já tenha desempenhado a função de coachee e, claro, que tenha uma formação de qualidade.

Conheça a experiência de seu coach

As qualificações do seu coach dão base para que ele comece a trabalhar. Mas a formação representa apenas isso: a base. Só com a prática o coach se habilita a prestar um bom serviço. Por isso, investigue a experiência do profissional. Quantos clientes ele atendeu? Quem são esses clientes? Quantas horas de experiência ele tem? Quais resultados foram alcançados?

Converse com outros coachees

Quem passa por um bom treinamento de coaching sai orgulhoso de contar sobre sua experiência. A dica aqui é contatar alguns dos coachees que já foram atendidos pelo seu coach, buscando saber detalhes desse serviço. Como foi? Quais ferramentas foram utilizadas no processo? Quais resultados foram alcançados?

Leia as publicações de seu coach

Um coach de excelência busca se aperfeiçoar constantemente, aprofundando seu conhecimento. Busque as publicações do profissional, como artigos, livros e leia, até mesmo, o que ele escreve em suas redes sociais e analise a interação de seus seguidores. Se você não encontrar informações consistentes sobre ele, desconfie da maestria de seu serviço.

Qual a importância da inteligência emocional?

Realmente, não é fácil lidar com a pressão diária e com os desafios que surgem em nosso trabalho diariamente. Imagine, então, quando se está na liderança de uma empresa. Os empresários e empreendedores não ficam de fora dessa, e podem não reagir bem às adversidades do mercado.

Para lidar bem com esse tipo de transtorno, o coaching executivo investe no desenvolvimento da inteligência emocional, fundamental para gerir as emoções e os sentimentos.

A inteligência emocional não só ajuda o indivíduo a se compreender e lidar melhor com suas reações psíquicas, como também melhora sua relação com aqueles que estão ao seu redor. Os comportamentos do profissional fazem diferença no resultado obtido ao final, por isso, vale atenção.

O processo de coaching executivo é transformador tanto para o coachee, quanto para aqueles que estão sob sua responsabilidade. Se o gestor se sente mais motivado, reconhecendo os pontos positivos e negativos em si mesmo e em sua equipe, ele está mais apto a gerenciar seus colaboradores, valorizando seu potencial.

A inteligência emocional merece a dedicação do profissional. Além de passar pelo treinamento em coaching, a dica é frequentar espaços de discussão para aperfeiçoar constantemente essa habilidade. Que tal frequentar um seminário de inteligência emocional com coaching?

Isso cria um ambiente de cooperação e estreita os laços entre o gestor e o time. Assim, a produtividade aumenta e os resultados logo são sentidos pela corporação.

O treinamento de coaching executivo é uma autodescoberta. As informações extraídas nesse processo são completamente aproveitáveis no trabalho diário do coachee. A cada encontro, o coach levará o coachee a se questionar sobre pontos que são essenciais para a perfeita operação da empresa.

Quais são suas metas? Quais são seus objetivos maiores? Onde a empresa pretende chegar a curto, médio e longo prazo? Quais talentos podem ser aproveitados e quais precisam ser lapidados para fazer a marca se ascender no mercado? Tudo isso será discutido pelo profissional com seu coach.

Como benefício, a inteligência emocional é lapidada, permitindo que o coachee tenha sabedoria na hora de gerenciar conflitos, coordenar a equipe e definir prioridades. Os benefícios do coaching executivo são rápidos e consistentes — o processo é extremamente dinâmico e suas conquistas são definitivas.

Para aproveitar os benefícios do coach executivo, escolha uma referência no ramo. Entre em contato com a Polozi Vida Plena hoje mesmo e eleve o potencial da sua marca!